Google+ Followers

segunda-feira, 18 de março de 2013

Exercício de Literatura

Escola Dr. Jaime Monteiro
Aluno(a):__________________________________________________ Série: 3º”A”
Professora: Márcia Oliveira da Silva               Data: ____/_____/_______

Exercício de Literatura – Pré-modernismo

1. Observe a seguinte declaração sobre o Pré-Modernismo:

      “Creio que se pode chamar pré-modernismo (no sentido forte de premonição dos temas vivos em 22) tudo o que, nas primeiras décadas do século, problematiza a nossa realidade social e cultural. (...)
        Caberia ao romance de Lima Barreto e de Graça Aranha, ao largo ensaísmo social de Euclides da Cunha e à vivência brasileira de Monteiro Lobato o papel histórico de mover as águas estagnadas da belle époque, revelando, antes dos modernistas, as tensões que sofria a vida nacional”.
                                      BOSI, Alfredo. "História concisa da literatura brasileira". São Paulo: Cultrix, 1994. p. 306.

a. Segundo o texto de Alfredo Bosi, o que é o Pré-Modernismo?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

b. Qual seria o papel do Pré-Modernismo em sua época?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

c. Pode-se afirmar que a literatura pré-modernista deu voz a elementos marginalizados da cultura brasileira. Que tipo de personagens aparece nas obras desse período que justificaria essa afirmação?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2. Atente agora para o que se afirma a respeito de algumas obras e autores brasileiros e assinale a alternativa cujo conteúdo NÃO contempla a síntese crítica de Alfredo Bosi:

a) Um dos grandes temas de "Os Sertões" é a denúncia que Euclides da Cunha faz sobre o crime que a nação brasileira cometeu contra si própria na Guerra dos Canudos.
 
b) Monteiro Lobato imortalizou o personagem Jeca Tatu, transformando-o no símbolo do caipira subdesenvolvido que vive na indolência e pratica sempre a "lei do menor esforço".
 
c) Mário e Oswald de Andrade notabilizaram-se como os grandes líderes da revolução de 22 e, portanto, do processo de ruptura em relação à tradição intelectual, libertando a literatura brasileira da "calmaria" em que se encontrava.
 
d) Lima Barreto expressou sempre o inconformismo face às injustiças sociais e, na obra "Triste Fim de Policarpo Quaresma", construiu uma imagem caricata do Brasil com todas as suas contradições.
 
e) Em "Os Sertões", Euclides da Cunha opõe o homem do sertão ao homem do litoral, acentuando-lhes as diferenças econômicas e socioculturais.

3. Os primeiros anos do século XX mostram um Brasil com muitos problemas sociais e políticos. A República, que tinha sido proclamada em 1889, não trouxe as reformas de que o país necessitava. As desigualdades econômicas provocaram conflitos e tensões sociais em diversas regiões. Elenque alguns dos principais conflitos que ocorreram neste período.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

4. A linguagem de seus poemas é marcada por um vocabulário antipoético: escarro, verme, morcego, etc. Seus temas preferidos são a ingratidão do ser humano, a putrefação dos cadáveres. São dele os famosos versos: “a mão que afaga é a mesma que apedreja”. De que autor o enunciado trata?
_____________________________________________________________________

5. Euclides da Cunha foi influenciado pela teoria determinista na análise da Guerra de Canudos, como pode ser percebido na estrutura da obra Os Sertões. Explique a estrutura da obra.
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

6. Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto é;

a)   Um livro de memórias em que a personagem-título, através de um artifício narrativo, conta as atribuições de sua vida até a hora da morte.
b)  A história de um visionário e nacionalista que busca, ingenuamente resolver sozinho os males sociais de seu tempo.
c)   Uma autobiografia, em que o autor, sob a capa da personagem-título, expõe sua insatisfação em relação à burocracia carioca.
d)  O relato das aventuras de um nacionalista ingênuo e fanático que lidera um grupo de oposição no início dos tempos republicanos.
e)    O retrato da vida e morte de um humilde burocrata, conformado, a contragosto, com a realidade social de seu tempo.

7.  Complete o enunciado:
Na figura de ............................., Monteiro Lobato criou o símbolo do brasileiro abandonado ao seu atraso e miséria pelos poderes públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.