Google+ Followers

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Coesão e Coerência



      Escola Dr. Jaime Monteiro                       Profª Márcia Oliveira                              Ensino Médio
                                                    Coesão e Coerência

A coesão é a ligação, a harmonia entre os elementos de um texto. Por meio de mecanismos as ideias transitam  entre as frases e os períodos. O tema desta aula trata-se de um mecanismo de coesão referencial - os pronomes - elementos responsáveis  pelo encadeamento das ideias, pela progressão textual e, consequentemente pela maior ou menor aceitabilidade dos textos.

Uma das propriedades que distingue um texto de um amontoado de palavras ou frases é o relacionamento existente entre si. De que trata, então, a coesão textual? Da ligação, da relação, da conexão entre as palavras de um texto, através de elementos formais, que assinalam o vínculo entre os seus componentes.
Uma das modalidades de coesão é a remissão. E a coesão pode desempenhar a função de (re)ativação do referente. A reativação do referente no texto é realizada por meio da referenciação anafórica ou catafórica, formando-se cadeias coesivas mais ou menos longas.

A remissão anafórica (para trás) realiza-se por meio de pronomes pessoais de 3ª pessoa (retos e oblíquos) e os demais pronomes; também por numerais, advérbios e artigos.
Exemplo: André e Pedro são fanáticos torcedores de futebol. Apesar disso, são diferentes. Este não briga com quem torce para outro time; aquele o faz.

Explicação: O termo isso retoma o predicado são fanáticos torcedores de futebol; este recupera a palavra Pedro; aquele , o termo André; o faz, o predicado briga com quem torce para o outro time - são anafóricos.

A remissão catafórica (para a frente) realiza-se preferencialmente através de pronomes demonstrativos ou indefinidos neutros, ou de nomes genéricos, mas também por meio das demais espécies de pronomes, de advérbios e de numerais. Exemplos:
Exemplo: Qualquer que tivesse sido seu trabalho anterior, ele o abandonara, mudara de profissão e passara pesadamente a ensinar no curso primário: era tudo o que sabíamos dele, o professor, gordo e silencioso, de ombros contraídos.

Explicação: O pronome possessivo seu e o pronome pessoal reto ele antecipam a expressão o professor - são catafóricos.
De que trata a coerência textual ? Da relação que se estabelece entre as diversas partes do texto, criando uma unidade de sentido. Está, portanto, ligada ao entendimento, à possibilidade de interpretação daquilo que se ouve ou lê.
Modelo de questão: coesão e coerência

As questões de números 01 e 02 têm o texto abaixo como base.
Falar em direitos humanos pressupõe localizar a realidade que os faz emergir no contexto sócio-político e histórico-estrutural do processo contraditório de criação das sociedades. Implica, em suma, desvendar, a cada momento deste processo, o que venha a resultar como direitos novos até então escondidos sob a lógica perversa de regimes políticos, sociais e econômicos, injustos e comprometedores da liberdade humana.
Este ponto de vista referencial determina a dimensão do problema dos direitos humanos na América Latina.
Neste contexto, a fiel abordagem acerca das condições presentes e dos caminhos futuros dos direitos humanos passa, necessariamente, pela reflexão em torno das relações econômicas internacionais entre países periféricos e países centrais.
As desarticulações que desta situação resultam não chegam a modificar a base estrutural destas relações: a extrema dependência a que estão submetidos os países periféricos, tanto no que concerne ao agravamento das condições de trabalho e de vida (degradação dos salários e dos benefícios sociais), quanto na dependência tecnológica, cultural e ideológica.
(Núcleo de estudos para a Paz e Direitos Humanos, UnB in: Introdução Crítica ao Direito, com adaptações)

01. Assinale a opção que não estabelece uma continuidade coerente e gramaticalmente correta para o texto
a) Nesta parte do mundo, imensas parcelas da população não têm minimamente garantida sua sobrevivência material. Como, pois, reivindicar direitos fundamentais se a estrutura da sociedade não permite o desenvolvimento da consciência em sua razão plena?
b) Por conseguinte, a questão dos Direitos tem significado político, enquanto realização histórica de uma sociedade de plena superação das desigualdades, como organização social da liberdade.
c) Assim, pois, a opressão substitui a liberdade. A percepção da complexidade da realidade latino-americana remete diretamente a uma compreensão da questão do homem ao substituí-lo pela questão da tecnologia.
d) Na América Latina, por isso, a luta pelos direitos humanos engloba e unifica em um mesmo momento histórico, atual, a reivindicação dos direitos pessoais.
e) Não nos esqueçamos que a construção do autoritarismo, que marcou profundamente nossas estruturas sociais, configurou o sistema político imprescindível para a manutenção e reprodução dessa dependência.

DICAS: esse tipo de questão exige a capacidade de seleção das informações básicas do texto e de percepção dos elementos de coesão constitutivos do último período e sua interligação com o parágrafo subsequente; nesse caso, a opção que será marcada.
O texto trata dos direitos humanos - a realidade no contexto sócio- político e histórico estrutural - processo de criação das sociedades; "as relações econômicas internacionais entre países periféricos( a sua dependência) e países centrais".

O gabarito assinala a altern. C.
Justificativa: o comando da questão pede "a opção que não estabelece uma continuidade..." , a alternativa C inicia, estabelecendo relação de conclusão ( "Assim, pois,a opressão...") utilizando-se de elementos que não são citados no texto: opressão - liberdade - tecnologia, caracterizando incoerência textual.Nas demais alternativas há expressões que fazem menção às ideias do texto. Serão grifadas as palavras ou expressões relacionadas ao texto:
*na altern.a)"... nessa parte do mundo..." (países periféricos),
* na altern.b)"... a questão dos Direitos tem significado político..." (parte inicial do texto),
*na altern. d) "Na América Latina, por isso, a luta pelos direitos humano..."
* na altern.e)"... o sistema político imprescindível para a manutenção e reprodução dessa dependência." (tanto a letra d) quanto a e) fazem referência às informações básicas do texto.

02. Assinale a opção em que, no texto, a expressão que antecede a barra não retoma a ideia da segunda expressão que sucede a barra.
a) "realidade" (l.2) / " contexto sócio-político e histórico-estrutural do processo" (l.2 e 3)
b) "deste processo" (l.6) / " Processo contraditório de criação das sociedades" (l.3 e 4)
c) "Este ponto de vista referencial" (l.11) / "ideias expressas no primeiro parágrafo.
d) "Neste contexto" (l.14) / discussão sobre os direitos humanos na América Latina.
e) "desta situação" (l.20) / relações econômicas internacionais entre países periféricos e países centrais.

GABARITO:A
DICAS: essa questão é típica de coesão textual que trata dos elementos anafóricos-aqueles que retomam um elemento referencial(anterior). O objetivo do comando é "a expressão que antecede a barra não retoma a ideia da segunda expressão. Se se observar com atenção, a palavra "realidade" da altern. a) vem citada antes, no texto, que a expressão "contexto sócio-político e histórico-estrutural do processo", portanto corresponde ao que se pede. Daí, o gabarito apontar a altern a) como a indicada.

Pronomes Relativos na Coesão Textual

Primeiramente, precisamos saber que os pronomes relativos são assim chamados porque retomam um termo citado anteriormente projetando-o em outra oração. Veja quais são:
Variáveis
o qual, a qual, os quais, as quais
variantes do que
cujo, cuja, cujos, cujas
relação de posse
quanto, quanta, quantos, quantas
relação de quantidade

Invariáveis
que
coisa / pessoa
onde
lugar físico
quem
Pessoa

Exemplo:
Eu sou a mosca que pousou na sua sopa
Eu sou a mosca que pintou pra lhe abusar
Eu sou a mosca que perturba o sue sono
Eu sou a mosca no seu quarto a zumbizar”
(Raul Seixas)

Explicação: No exemplo o pronome relativo que retoma o substantivo mosca, introduzindo-o na oração seguinte:
Eu sou a mosca. A mosca pousou na sua sopa.
Eu sou a mosca que pousou na sua sopa

Passos para utilizar corretamente os pronomes relativos na Coesão Textual:
  1. Eliminar na segunda frase a palavra repetida;
  2. Substituí-la pelo pronome relativo correspondente;
  3. Colocar a segunda frase (com o relativo) depois da palavra a ser explicada.
Exemplo:
  • Este é o livro.
  • Li o livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário