Google+ Followers

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Modelos de Artigo de Opinião



Artigo de opinião sobre o internetês
INTERNETÊS
Movidas pela necessidade de escrever cada vez mais rápido, as pessoas buscaram uma forma mais ágil de digitar textos, e acabaram por inventar uma nova língua: o Internetês. A única regra é passar a ideia com o mínimo de esforço possível, abreviando palavras, substituindo acentos por letras e etc. Se todos soubessem separar esse modo de escrita com a ortografia oficial não haveria problema algum na utilização do internetês, é preciso compreender que existem diversas formas de se comunicar e que há situações adequadas para cada uma.
abreviações de palavras como  VC (você),  TB (também) são muito úteis, pois facilita na digitação, porém palavras escritas incorretamente como VOXÊ (você), AXIM (assim), não são necessárias até porque acaba passando uma visão muito infantil.
O favoritismo a essa nova língua é visível, entretanto, é importante saber que tem a situação adequada para ser utilizada.
Jéssica  Vitorino Ferraz 3ºC

A GRAMÁTICA DESTRUÍDA PELO MUNDO VIRTUAL
A tecnologia avança cada vez mais com o passar do tempo. Novas descobertas, novas informações... e a comunicação, as regras básicas gramaticais estão sendo perdidas, a escrita principalmente! Os adolescentes são o alvo, escrevem do jeito que querem pronunciar, e isso é errado. As regras gramaticais têm de serem cumpridas, a internet ensina, porém de um jeito totalmente diferente da realidade.
o português, em geral, está perdendo lugar para a virtualidade das redes sociais. O modo de escrever não é o mesmo; a sociedade acaba de adotar um modo de escrever que está cada vez mais se tornando um modo padrão de escrita e linguagem. Precisam entender que toda e qualquer forma de escrita que a internet nos impõe não podemos "copiá-la" para nos sentir bem. A Internet nos proporciona mais agilidade velocidade nas conversas com os amigos e etc, mas não podemos cometer erros gramaticais, porque gostamos ou queremos. Precisamos entender o que estamos escrevendo, e passar clareza a quem lê o nosso texto.
Se não tomarmos cautela, daqui algumas décadas, a escrita que a internet nos oferece acabará infestando toda a sociedade, sendo então um modo "normal" de escrever. Afinal, grandes concursos não aceitam, em hipótese alguma que se escreva uma redação com a escrita do internetês, devemos então focar em nossas escrita original, lendo bons livros e praticando o ato de ler e escrever melhor, pois sem a escrita e a gramática oficial, a certa, não chegaremos a nenhum lugar profissional.    
Fabio Vinicius F. da Silva 3º. D


INTERNETÊS SOMENTE NA INTERNET

O Internetês, assim como qualquer outro sistema de comunicação usado pelos jovens da nova geração, é e sempre será usado em contextos informais, como em conversas pela internet e mensagens de textos e outros meios de comunicação digital.
Não há problemas em usar abreviações, códigos e etc, desde que não seja usada essa linguagem em entrevistas de empregos, currículos, em provas escolares ou em vestibulares. Afinal, cada coisa tem sua hora de ser usada.
Portanto, o internetês não prejudica em nada a língua portuguesa, pois vai de cada um se interessar para estudar a língua portuguesa padrão. Pois, se todos se conscientizarem que o internetês é somente para o uso de conversas informais, não irá atrapalhar em nada.
André Silva 3º.  D

Nenhum comentário:

Postar um comentário