Google+ Followers

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Como fazer um curriculum vitae



Como fazer um curriculum vitae
1 - DEFINIÇÃO
Curriculum vitae. Expressão latina significando curso de vida. Conjunto de indicações biográficas relativas ao nome, idade, estado civil, situação, estudos, diplomas, obras publicadas e outras atividades de um estudante, candidato a um cargo, exame, concurso, etc. Livro ou documento onde figuram essas indicações (Delta Larouse - 1972), resumindo: é o documento que fornece uma visão ampla e geral do requerente como indivíduo.

2 - OBJETIVO
Trata-se de um documento especialmente elaborado para apresentação pessoal de forma indireta.
Tem como finalidade fornecer dados e informações pessoais quanto a escolaridade, experiência profissional e planos de trabalho.
3 - CAMPO DE APLICACAO
Destina-se a apresentar dados e informações pessoais de forma sintética e ordenada, nos mais variados casos: solicitação de emprego, concessão de bolsas de auxílios, inscrição, auxílio a projetos etc.
Recomenda-se também a utilização deste documento em outras situações, como: trabalhos enviados a congressos, simpósios, colóquios para apresentação de conferencista, em atividades públicas para comprovar suas reais qualificações; em obras de caráter tecno-científico ou literário para se poder avaliar o autor. 
4- TIPOS
      Existem vários tipos de curriculum vitae.
           Os currículos de profissionais liberais merecem um cuidado todo especial na elaboração, tendo em vista que este tipo de profissional precisa mostrar desde o início sua capacidade para o que se propõe a fazer, além de fugir muitas vezes a qualquer modelo padronizado de "curriculum", não sendo possível se estabelecer um modelo rígido que se aplique a todos os casos.
5- TEXTO
      O curriculum vitae deve apresentar dados objetivos, isto é, deve ser livre de todo comentário pessoal ou de críticas e julgamentos de valores, quer sobre si próprio (o apresentante) quer sobre as pessoas com quem ele conviveu no ambiente de trabalho, e muito menos sobre a situação ou organização interna da empresa em que trabalhou. Devem de qualquer modo ser evitadas críticas sobre método e processos da empresa ou caráter pessoal de seus dirigentes.
           Os aspectos positivos ou negativos da redação ou informações que a pessoa fornece em seu "curriculum" dão entre outras a delimitação e visão para o analista de cargos na empresa, da personalidade, fidelidade e confiabilidade da pessoa.
           Frases e o uso da primeira pessoa são mais diretas e convincentes. Recomendamos o uso da primeira pessoa. Por exemplo: Implantei, construi, vendi, organizei etc. Com relação às datas, devem sempre ser colocadas de forma cronológica inversa, iniciando-se com o mais recente, evite dividir palavras no fim das linhas.

6- ESCOLARIDADE E EXPERIÊNCIA
      As seções que tratam de escolaridade e experiência, constituem as partes essenciais do "curriculum", visto que as pessoas são basicamente avaliadas quanto a estes dois aspectos. Se um deles não é tão rico, deve-se compensar o fato com o outro. Alguém que possua experiência limitada,
deve detalhar a natureza de sua escolaridade tanto num quanto noutro caso, nunca se deve passar por alto em ambas as partes.
           Por referências pessoais, subentende-se nomes de pessoas que possam fornecer informações sobre sua identidade/ capacidade/honestidade pessoal. Deve-se ter cuidado todo especial na seleção de pessoas indicadas como fontes de referencias, quer pelo grau de amizade, como de confiabilidade.
7- ESTILO
  A apresentação concisa e frequentemente seletiva de informações e dados deve ser inteligível por si mesma.
Referência a títulos, estabelecimentos de ensino, órgãos, entidades, empresas, distinções ou prêmios recebidos, associações cientificas em que foi admitido, etc. não deve ser expressa por abreviaturas ou siglas, a não ser que muito conhecidas internacionalmente.
8- PASSOS ESSENCIAIS
              O último passo para elaboração de um "curriculum" e a sua redação. Antes deste, outros são necessários, mas a redação deve ser clara, objetiva, em ótimo português ou idioma em que seja elaborado o mesmo.
              O primeiro passo, de um modo geral, é deduzir quais as prováveis exigências do cargo pretendido (dados e qualificações pertinentes ao caso), e, se possível, um contato com os órgãos, entidade ou empresa, a fim de obter esclarecimentos e informações necessárias. No caso de atendimento de anúncios, caso por caso se faz necessária, se o "curriculum" se destinar a pessoa de alto nível e portanto, pouco procurada, pois seu mercado e por si só restrito, o estudo do anúncio deve ser mais aprofundado, no sentido de melhor atender às exigências.
9- APRESENTAÇÃO
              Este é o passo decisivo, o "curriculum" deve ser personalizado. Sobre apresentação, sugerimos os seguintes passos: a matéria deve ser disposta de modo a guardar tão rigorosamente quanto possível: (1) margens, (2) espaços entre linhas, (3) posições de títulos, (4) estrutura e linguagem coerente, (5) digitação perfeita sem rasuras, emendas, etc., (6) bom português.
10-OUTROS CONSELHOS
              A elaboração em outros idiomas e muito chamativo e parece elegante, mas aconselhamos apenas para os casos específicos, quando a pessoa enviar o currículo a uma multinacional, ou próprio anuncio exija.
              Uma carta anexada ao currículo, com a pretensão salarial, para cada caso especifico, deixa muito mais elegante a proposição de solicitação de emprego, mais personalizado, evita-se muitas vezes erros na solicitação salarial, pois neste caso pode-se pelo tipo de firma ou pelo próprio anúncio ter-se uma idéia de quanto a firma se propõe a remunerar o indivíduo requisitado para aquele cargo.
              Se você não se julga bom em redação, solicite alguém que o seja para assessorá-lo, ou corrigir o seu português.
              Procure restringir o seu currículo. Quando muito extenso, torna-se cansativo, dando impressão de que houve desvirtuamento das informações prestadas. Não dê informações falsas, isso o desabonará muito quando a comprovação de capacidade no desempenho de suas funções.
(Texto adaptado de publicação da Editora Primus Ltda. – São Paulo)
Modelo retirado da Internet

CURRICULUM VITAE
JOSÉ EDUARDO PEREIRA CAIRES


Cargo Pretendido : Analista/Supervisor/Gerente na Área de RH
DADOS PESSOAIS :
Idade: 37
Sexo: masculino
Estado Civil: casado
Endereço: Av. Bosque da Saúde, 704 - casa 03
Bairro: Bosque da Saúde
Cidade: São Paulo
País: Brasil
UF: SP
CEP: 04142-081
Telefone: 275-8036
E-mail: apcaires@terra.com.br

ESCOLARIDADE :
Superior :
Especialidade: Administração de Empresas
curso1: Cargos e Salários
local 1: Senac/Idort/Hay
curso2: Recrutamento e Seleção
local 2: Senac
curso 3: Treinamento/Depto Pessoal
local 3: Senac

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL :
empresa1: Evidência RH Assessoria Empresarial
cargo : Sócio Diretor
admissão : 02/05/96
saída : 05/05/98
função : Gerenciamento da empresa, captação de negócios, participação em licitações
elaboração, desenvolvimento, implantação de projetos voltados para recursos.humanos.
Recrutamento e seleção de executivos, treinamento em vendas,implantação de projetos de remuneração.

empresa 2: Lápis Johann Faber S/A
cargo : Supervisor Recrutamento
admissão : 02/02/88
saída : 02/05/96
função: Supervisão de equipe, desenvolvimento, coordenaçãoo, implantação e manutenção de projetos, administracao de rotinas, análise e elaboração de relatórios estatísticos.

empresa 3: Suco Cítrico Cultrale S/A
cargo : Analista Recursos Humanos
admissão: 01/05/82
saída : 30/01/88
função: Elaboração e execução de rotinas de pessoal, folha de pagamento, análise e descrição de cargos e recrutamento e seleção.

Cargo Pretendido: Analista/Supervisor/Gerente em Recursos Humanos
Pretensão Salarial: a negociar

Material gentilmente cedido pela professora Tatiana Petúlia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário