Google+ Followers

quarta-feira, 24 de abril de 2013

AVALIAÇÃO DE FILOSOFIA


                                                                 AVALIAÇÃO DE FILOSOFIA
01.  “Filosofia” é uma palavra de origem grega. Ela é constituída pela reunião de duas outras palavras gregas: “philia” e “sophia”.  O termo grego “philia” pode ser traduzido por “amizade”, “afeição”, “amor”. Já o termo “sophia” costuma ser traduzido por “sabedoria”. A partir dessas considerações,  assinale (V) ou (F)

a.(        ) A Filosofia se debruça  sobre a necessidade humana de compreender melhor a vida.
b.(        ) Existem várias definições para o termo “Filosofia”, de acordo com as escolas filosóficas.
c.(        ) O filósofo é aquele que possui e detém todo e qualquer conhecimento.
d.(        ) A Filosofia é uma conjunto de conhecimentos prontos, sem a necessidade de investigações ou   indagações.
e.(        ) Filosofar é duvidar, é procurar pensar os acontecimentos além de sua pura aparência.

Leia o texto a seguir.
Estado Violência
Sinto no meu corpo
A dor que angustia
A lei ao meu redor
A lei que eu não queria
Estado violência
Estado hipocrisia
A lei que não é minha
A lei que eu não queria (...)
(TITÃS. Estado Violência. In: Cabeça dinossauro. [S.L.] WEA, 1986, 1 CD (ca. 35’97”). Faixa 5 (3’07”).)

02 A letra da música “Estado Violência”, dos Titãs, revela a percepção dos autores sobre a relação entre o indivíduo e o poder do Estado. Sobre a canção, é correto afirmar:
a) Mostra um indivíduo satisfeito com a sua situação e que apoia o regime político instituído.
b) Representa um regime democrático em que o indivíduo participa livremente da elaboração das leis.
c) Descreve uma situação em que inexistem conflitos entre o Estado e o indivíduo.
d) Relata os sentimentos de um indivíduo alienado e indiferente à forma como o Estado elabora suas leis.
e) Apresenta um indivíduo para quem o Estado, autoritário e violento, é indiferente a sua vontade.

Leia o texto a seguir para responder a questão nº 03.
“Se todos os homens são, como se tem dito, livres, iguais e independentes por natureza, ninguém pode ser retirado deste estado e se sujeitar ao poder político de outro sem o seu próprio consentimento. A única maneira pela qual alguém se despoja de sua liberdade natural e se coloca dentro das limitações da sociedade civil é através do acordo com outros homens para se associarem e se unirem em uma comunidade para uma vida confortável, segura e pacífica uns com os outros, desfrutando com segurança de suas propriedades e melhor protegidos contra aqueles que não são daquela comunidade”.
(LOCKE, John. Segundo tratado sobre o governo civil. Trad. de Magda Lopes e Marisa Lobo da Costa. Petrópolis: Vozes, 1994. p.139.)

03. Com base no texto e nos conhecimentos sobre o contrato social em Locke, considere as afirmativas a seguir.
I. O direito à liberdade e à propriedade são dependentes da instituição do poder político.
II. O poder político tem limites, sendo legítima a resistência aos atos do governo se estes violarem as condições do pacto político.
III. Todos os homens nascem sob um governo e, por isso, devem a ele submeter-se ilimitadamente.
IV. Se o homem é naturalmente livre, a sua subordinação a qualquer poder dependerá sempre de seu consentimento.

Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e II.            
b) I e III.         
c) II e IV.        
d) I, III e IV.     
 e) II, III e IV.

Analise a tirinha para responder a questão nº 04
 
                                                                                    Internet: <http://www2.uol.com.br/laerte/tiras/index-condomínio.html>.


04. As duas charges de Laerte são críticas a dois problemas atuais da sociedade brasileira, que podem ser identificados
a) pela crise na saúde e na segurança pública.
b) pela crise na assistência social e na habitação.
c) pela crise na educação básica e na segurança pública.
d) pela crise na previdência social e na comunicação.
e) pela crise nos hospitais e pelas epidemias urbanas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário