Google+ Followers

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Exercício de Língua Portuguesa - Viver em Sociedade


Exercício de  Língua Portuguesa
                                     
                                         VIVER EM SOCIEDADE
     A sociedade humana é um conjunto de pessoas ligadas pela necessidade de se ajudarem umas às outras, a fim de que possam garantir a continuidade da vida e satisfazer seus interesses e desejos.
Sem vida em sociedade, as pessoas não conseguiriam sobreviver, pois o ser humano, durante muito tempo, necessita de outros para conseguir alimentação e abrigo. E no mundo moderno, com a grande maioria das pessoas morando na cidade, com hábitos  que tornam necessários muitos bens produzidos pela indústria,  não há quem não necessite dos outros muitas vezes por dia.  Mas as necessidades dos seres humanos não são apenas de ordem material, como os alimentos, a roupa, a moradia, os meios de transporte e os cuidados de saúde. Elas são também de ordem espiritual e psicológica.
     Toda pessoa humana necessita de afeto, precisa amar e sentir-se amada, quer sempre que alguém lhe dê atenção e que todos a respeitem. Além disso, todo ser humano tem suas crenças, tem sua fé em alguma coisa, que é a base de suas esperanças.
     Os seres humanos não vivem juntos, não vivem em sociedade, apenas porque escolhem esse modo de vida, mas porque a vida em sociedade é uma necessidade da natureza humana. Assim, por exemplo, se dependesse apenas da vontade, seria possível uma pessoa muito rica isolar-se em algum lugar, onde tivesse armazenado grande quantidade de alimentos. Mas essa pessoa estaria, em pouco tempo, sentindo falta de companhia, sofrendo a tristeza da solidão, precisando de alguém com quem falar e trocar ideias, necessitada de dar e receber afeto. E muito provavelmente ficaria louca se continuasse  sozinha por muito tempo.
     Mas, justamente porque vivendo em sociedade é que a pessoa humana pode satisfazer suas necessidades, é preciso que a sociedade seja organizada de tal modo que sirva, realmente, para esse fim. E não basta que a vida social permita apenas a satisfação de algumas necessidades da pessoa humana ou de todas as necessidades de apenas algumas pessoas. A sociedade organizada com justiça é aquela em que se procura fazer com que todas as pessoas possam satisfazer todas as suas necessidades, é aquela em que todos, desde o momento em que nascem, têm as mesmas oportunidades, aquela em que os benefícios e encargos são repartidos igualmente entre todos.
     Para que essa repartição se faça com justiça, é preciso que todos procurem conhecer seus direitos e exijam que eles sejam respeitados, como também devem conhecer e cumprir seus deveres e suas responsabilidades sociais.

(Dalmo de Abreu Dallari)


1) Segundo o primeiro parágrafo do texto:
a) as pessoas se ajudam mutuamente a fim de formarem uma sociedade.
b) a garantia da continuidade da vida é dada pela satisfação dos desejos das pessoas.
c) a satisfação dos interesses e desejos das pessoas leva à vida em sociedade.
d) não seria possível a sobrevivência se não existisse sociedade.
e) sem a ajuda mútua, as pessoas levariam uma vida isenta de desejos.


2) A partir do texto lido, podemos afirmar que, para o autor, viver em sociedade é:
a) Pessoas unidas para satisfazer seus desejos e interesses;
b) Condição imprescindível para a sobrevivência, uma vez que o homem não conseguiria viver isolado;
c) Uma forma de garantir paulatinamente os meios de sobrevivência;
d) Uma maneira de satisfazer as necessidades básicas do homem;
e) Uma forma de progredir como ser humano.

3) “...pois o ser humano, durante muito tempo, necessita de outros para conseguir alimentação e abrigo.”; a expressão “durante muito tempo” se  refere certamente ao período:
a) da velhice
b) da gravidez
c) de doenças
d) da infância
e) do trabalho


4)A socialização primária geralmente ocorre por meio: 
a) dos grupos sociais. 
b) da família. 
c) dos amigos. 
d) dos meios de comunicação. 
e) da escola.

                 CÃO E HOMEM
Se você recolher um cachorro que morre de fome e o tornar próspero, ele não o morderá. É esta a diferença principal entre um cão e um homem. .                                                                                                                                                                                     (Mark Twain)

5) O defeito humano criticado pelo autor do texto é:
a)  a inveja
b) a ingratidão
c) o egoísmo
d) o preconceito
6). O adjetivo que substitui convenientemente a oração que morre de fome é:
a)  necessitado
b) moribundo
c) defunto
d) faminto

7). O conectivo abaixo que apresenta seu valor corretamente indicado é:
a) SE você recolher... - adição
b) morre DE fome - causa
c) E o tornar próspero - oposição
d) QUE morre de fome - adição

8). “...e O tornar próspero, ele não O morderá.”; as duas ocorrências do vocábulo em maiúsculas retomam, respectivamente:
a) você / você
b) o homem / o homem
c) o cachorro / você
d) o cachorro / o  cachorro

9). Ao escrever cão em lugar de cachorro na última parte do texto, o autor:                                       
a) demonstra que  esqueceu do vocábulo que havia usado anteriormente.
b) procura evitar a repetição de vocábulos idênticos, fazendo, assim, a coesão do texto.                                          
c) Quer mostrar diferença de sentido entre as duas palavras.                                                                       
d) economiza espaço gráfico ao preferir um vocábulo menor.

10. Aponte a única sequência totalmente INCORRETA:
a) empuxo   -   rouxinol   -   enxada
b) excepcional   -   excesso   -   exceção
c) contexto   -   extensão   -   extensivo
d) realizar   -   agonizar   -   civilizar
e) pretensão   -   compreenção   -   ascenção

10) 



Nenhum comentário:

Postar um comentário